MINHA HISTORIA | VAI FICAR TUDO BEM !

Foto: Layana Fersil

Depois de passar por um trauma, nosso pensamentos são diversos.
Meu maior medo foi de como eu iria contar para os meu pais, na verdade, para a minha mãe. 
Não teria coragem de fala: fui abusada sexualmente
Após seis anos do acorrido crie coragem e contei para a minha mãe, foi um momento muito doloroso, e por outro lado eu estava tirando um fardo muito pesado dos meus ombros.Não sabia nem como começar. Mas me enchi de coragem e comecei a contar toda historia (me emociono até em lembra)

Morria de medo em contar, pois poderiam pensar que não fosse real, mas pelo contrario, minha mãe não só acredito, mais de imediato correu comigo para verificar primeiro a minha saúde e os traumas que isso poderia ter me causado, e por ultima a justiça.
Foi um período muito difícil porque ela sugou toda a culpa para si. 
Ela em nenhum momento teve culpa!

Precisamos contar para uma tia, que nos indicou um profissional ginecologista, que no primeiro momento fez todos os exames necessário, mas havia um em especifico que seria muito agressivo para realizar, pela minha idade na época, e deixou por conta da minha família decidir se faríamos ou não, pois como já havia muito tempo do ocorrido, meu corpo poderia ter se estabelecido. Então minha mãe achou melhor não realizar.
Com isso não conseguimos fazer a denuncia na justiça, pois não tínhamos como provar. 
Então o caso nunca foi a frente.

O agressor nunca mais vimos, nem sua família. Também não sabemos se eles sabiam do ocorrido, acredito que não.

Com todo esse transtorno desde muito nova, sempre fui muito madura, e aprendi a guardar e absorver as coisas. Mais a pouco tempo aprendi que essa não e a melhor solução.
Precisamos sim compartilhar nossas alegrias, vitoria, e também nossas tristezas e e dores.

Não passei por nem tratamento piscológico por opção, disse para minha mãe que não queria, e ela não forçou nada.

Mas me refugie na minha fé.
Sempre acreditei muito em Deus e em seu poder.
Não quero aqui pregar religião, mas essa foi a forma e a melhor escolha que fiz, para esse momento e para a minha vida.
Não posso dizer que esqueci, mas hoje meu coração esta em paz comigo mesmo.

Se você passou ou passa por um momento parecido com o que passei, e não consegue dividir com ninguém, conte comigo. Estou aqui para ajudar da melhor forma possível.
E não façam como eu, mas DENUNCIE.

Pode escrever para o e-mail layana.silva@live.com , será um prazer te ouvir e te ajudar da melhor forma possível. Não sou especialista, medico, psicologo, e etc. 
Mas quero te ajudar, essa e minha missão!

" As vezes não sabemos porque coisas terríveis acontece, mas precisamos acreditar que algo bom surja com isso."

Grande beijo, Lay!

Comentários

Postagens mais visitadas